abençoe

A forma correta é abençoe sem o til. Abençoe é uma forma verbal do verbo abençoar. Como na frase “Deus de abençoe“.

Essencialmente, bênção é Deus dar poder a algo ou a alguém para fazer o que eles foram designados ou pretendem fazer. As criaturas deveriam preencher a terra e se multiplicar – então Deus lhes deu sua bênção – seu poder – para fazê-lo. Os seres humanos também deveriam se multiplicar numericamente, mas também para cuidar do resto da criação. E Deus lhes deu poder para fazer isso também. Quando se trata de Shabat, Deus atribui a ele seu poder de ser tudo o que foi projetado para ser – um dia santo de descanso, conectado a Deus. 

E quando bendizemos a Deus?

Quando abençoamos a Deus (e toda bênção judaica abençoa a Deus – baruch ata Adonai Eloheinu, Melech HaOlam – Bendito és tu Senhor Deus, Rei do Universo), estamos simplesmente reconhecendo-o como a fonte legítima e única de todas as bênçãos. Através de seu poder, temos e somos tudo o que temos e tudo o que somos.

E o que dizer de abençoar os outros?

Quando abençoamos outras pessoas em nome de Deus, estamos orando para que Deus envie sua bênção a elas. Quando abençoamos, pedimos a Deus que abençoe alguém para ter sucesso na boa vontade e intenções de Deus para eles. É também um reconhecimento de que não podemos fazer isso sem o poder dele. Não é simplesmente uma questão de desejo, mas de desígnio – fazer o bem que Deus pretendeu e nos designou. Ele nos diz o que fazer em sua palavra, e sua bênção é seu poder dado para fazê-lo. Ele nos dá ordens, então somente ele é quem nos dá a capacidade de ser frutífero em obedecê-las.