Avançar para o conteúdo

Qual o meio de transporte mais seguro

Seja o primeiro a contribuir. Avalie este post

Introdução

Ainda que o avião seja um meio de transporte cada vez mais utilizado, milhares de pessoas no mundo inteiro ainda têm receio de voar. De certa forma, podemos entender porque os aviões causam medo em algumas pessoas, já que os acidentes costumam ser fatais quando acontecem. Porém, existem alguns dados que podem ajudar a ficar mais tranquilo na hora de embarcar em uma aeronave. Hoje vamos te explicar porque o avião é o meio de transporte mais seguro.

Tecnologia Avançada

Em um primeiro momento, se prestarmos atenção nas notícias terríveis de acidentes aéreos, podemos pensar que os aviões representam realmente um grande risco para nossa segurança. Mas é preciso que as coisas sejam colocadas dentro do seu devido contexto antes de tirarmos esse tipo de conclusão. Em primeiro lugar, os aviões produzidos hoje em dia contam com uma tecnologia muito avançada em relação à realidade do passado, quando a indústria da aviação ainda era bem incipiente. Para que os aviões sejam capazes de suportar as piores condições possíveis, são utilizados materiais de altíssima resistência que podem aguentar zonas de turbulência e instabilidade. Por isso, apesar das turbulências serem assustadoras, principalmente para quem não está acostumado, você pode ficar tranquilo em situações normais. Tipo de instabilidade não é capaz de derrubar um avião. Além disso, a grande maioria das aeronaves modernas possui radares e outros equipamentos que permitem que os pilotos escapem das zonas de turbulência. Isso tudo, é claro, sem falar nos vários outros equipamentos de segurança que garantem que tudo ocorra da melhor forma possível, mesmo em situações adversas.

Comparação com outros meios de transporte

Mesmo assim, é claro que nunca estamos 100% livres de enfrentar panes, falhas humanas ou outras condições que acabam se transformando nas tragédias que acompanhamos pelos noticiários. Mas se traçarmos um paralelo com os acidentes envolvendo outros meios de transporte, vamos chegar à conclusão de que os aviões são bem mais seguros do que os carros, por exemplo. Só para se ter uma ideia, o Conselho Nacional de Prevenção de Riscos dos Estados Unidos aponta que a probabilidade de uma pessoa perder a vida durante uma viagem rodoviária é de uma para 112. Ao mesmo tempo, a chance de alguém morrer por conta de um acidente aéreo é de uma para oito mil. Os números podem impressionar, mas há uma explicação para eles.

Avanços tecnológicos e protocolos de segurança

Além dos avanços tecnológicos que a indústria da aviação teve nos últimos anos, também é importante ressaltar os numerosos protocolos de segurança que as entidades reguladoras impõem para as companhias aéreas. Como você pode ver, mesmo que os acidentes aéreos chamem muita atenção por conta do seu potencial destrutivo, eles são extremamente raros considerando que há pelo menos 40 milhões de voos no mundo inteiro anualmente. Indo um pouco mais além, uma pesquisa publicada pela companhia Portuguesa de Estatística mostrou que 134 pessoas morreram ou ficaram feridas em acidentes aéreos em 2017 na União Europeia. Já os acidentes rodoviários fizeram mais de um milhão de vítimas entre mortos e feridos.

Trazendo o assunto para a realidade brasileira, o Ministério da Infraestrutura registrou 11.647 vítimas de acidentes de trânsito no Brasil em 2021. Nesse mesmo ano, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, conhecido como CENIPA, registrou 114 acidentes aéreos com 50 vítimas fatais. Vale ressaltar que, de acordo com os dados do CENIPA, apenas 25% dos acidentes aéreos no Brasil acarretaram em mortes em 2021. Ainda que a porcentagem seja alta em relação aos acidentes rodoviários, onde a taxa de sobrevivência é bem maior, esses dados ajudam a desmistificar a ideia de que qualquer acidente aéreo é fatal.

Preparação e equipamentos de segurança

Existe uma infinidade de outros estudos que apontam para as conclusões nessa mesma linha. Como uma pesquisa publicada recentemente pela revista americana trouxe dados interessantes. Nos Estados Unidos, ocorrem aproximadamente 0,006% de mortes a cada bilhão de milhas viajadas. Ou seja, se você viaja apenas esporadicamente, a chance de você se envolver em um acidente é realmente muito pequena.

E ainda que o avião onde você está passe por algum problema durante o voo, nem tudo está perdido. Mais uma vez, é importante ressaltar que todos os envolvidos na tripulação estão preparados para situações de emergência. Antes de serem escalados para os voos, todos passam por extensos treinamentos que abordam todo tipo de intercorrência que pode surgir. Se algo der errado acontecer durante o voo, você com certeza receberá instruções sobre como deve agir. As aeronaves contam com diversos equipamentos de segurança, como cintos, extintores, máscaras de oxigênio e coletes salva-vidas que podem ser úteis em determinadas situações. A tripulação está devidamente preparada para ajudar os passageiros, seja com atendimentos de primeiros socorros ou até mesmo ajudando na evacuação da aeronave quando há necessidade.

É importante ressaltar também que as companhias aéreas realizam diversas manutenções periódicas em suas aeronaves, o que ajuda a garantir que tudo esteja em dia. Aqui no Brasil, várias dessas manutenções periódicas são analisadas e inspecionadas pela Agência Nacional de Aviação Civil, e as companhias podem sofrer diversos tipos de punições e até mesmo penalidades mais graves caso descumpram os protocolos. Por isso, ao embarcar em um avião comercial, podemos partir do pressuposto de que todas essas etapas de manutenção foram respeitadas.

Conclusão

Com todas essas informações em mente, talvez você fique um pouco mais tranquilo na hora de planejar a sua próxima viagem. Muitas pessoas, infelizmente, abrem mão de experiências maravilhosas por conta do medo de voar, que por sua vez pode ter origem justamente na desinformação. Esperamos que esses dados possam ajudar quem tem vontade de voar de avião, mas se priva dessas experiências por conta do medo.

Agradecemos por você ter ficado com a gente até o final. Sua colaboração é muito importante para que possamos continuar produzindo conteúdos e dessa forma você também garante que será sempre avisado sobre novos vídeos. Muito obrigado pela sua companhia e até a próxima!

Made with VideoToBlog